HISTÓRICO


        O Núcleo Viktor Frankl de Logoterapia da Universidade Estadual da Paraíba foi criado por uma resolução CONSUNI/UEPB através do ofício OF.UEPB.CP.003.93 em 17 de maio de 1993 e representa um marco importante no desenvolvimento da Logoterapia e Análise Existencial de Viktor Frankl no Nordeste do Brasil. A sua criação foi proposta em 1993 por um Grupo de Estudos em Logoterapia, organizado durante a I Semana de Psicologia realizada na Faculdade de Psicologia da UEPB em novembro de 1991. Neste evento, ocorreu uma jornada de Logoterapia ministrada pela professora Izar Aparecida de Moares Xausa do Centro Viktor Frankl de Porto Alegre. A partir daí se estruturou o Grupo de Estudos em Logoterapia coordenado pelo Professor Gutenberg Germano Barbosa da referida faculdade. Os estudos e pesquisas desenvolvidas pelo grupo em questão nesta  abordagem constituíram a base para a implantação na grade curricular da disciplina Logoteoria e Logoterapia no Curso de Psicologia da UEPB, bem como o estágio supervisionado com formação em Logoterapia e Análise Existencial. O Núcleo Viktor Frankl foi criado objetivando o ensino, a pesquisa e a extensão. Desde então, tem-se realizado, paralelamente às atividades de ensino, projetos de pesquisa e atividades de extensão. O núcleo promoveu vários eventos científicos, entre eles: cinco congressos Nordestinos de Logoterapia, três encontros Latino-Americanos Humanístico-existenciais e sediou o VI Congresso Brasileiro de Logoterapia e Análise Existencial,  contribuindo, dessa forma, para o aprofundamento da perspectiva teórica e a prática da psicoterapia centrada no sentido.